12 de dez de 2010

Discurso de posse de Luciana Tannus na Academia Mineira de Letras de Teófilo Otoni

Caríssimos amigos, poetas e familiares:

agradeço-lhes de todo coração pela importância a que deram à minha posse na ALTO, enquanto membro corresponde desta Academia. Em especial à Clevane Pessoa, amiga de todas as horas e dos momentos de literatura, pelo carinho e empenho dispensados nesta mais nova conquista de minha vida.
Abaixo, posto o meu discurso de posse na Academia e sei que a minha ausência nada afetou esta belíssima homenagem da família ALTO aos acadêmicos. Senti-me verdadeiramente representada por cada um de vocês.




DISCURSO DE POSSE – CERIMÔNIA – ALTO-ACADEMIA DE LETRAS DE TEÓFILO OTONI – LUCIANA TANNUS

Excelentíssima Senhora Amenaide Bandeira Rodrigues, Presidente da Academia de Letras de Teófilo Otoni e demais membros integrantes desta Mesa de Honra.
Professor Wilson Colares, secretário desta academia, Senhoras e Senhores Acadêmicos, amigos, familiares e convidados que compartilham deste evento, uma excelente noite a todos.

É com muita alegria e emoção que recebo este honroso convite para fazer parte da família ALTO – na qualidade de membro correspondente desta Academia. Sobretudo, por ter sido indicada por uma das mais ilustres guardiãs da arte e da cultura de nosso país: Clevane Pessoa de Araújo Lopes. E nada mais justo dedicar esta conquista a quem sempre confiou em meu trabalho e em minhas habilidades literárias. Além de meus queridos pais que me imprimiram uma marca registrada em forma de poesia e ao meu querido marido que cumpre ao meu lado a dura sobrevivência pelo pão nosso de cada dia.

Mineira de berço e nordestina por empréstimo, prezo pelas mineirices culturais e por este rincão desde a mais tenra idade, quando das noites mal dormidas a minha companhia eram as palavras ganhando vida em minha imaginação.

E enquanto criança essa imaginação era povoada por grandes amigos de infância que me foram apresentados por meio de estórias, contos, poesias, prosas e crônicas. Amizades que permanecem vivas em minha memória, como: Stanislaw Ponte Preta, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa, Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa, Clarice Lispector, Cecília Meireles e muitos outros escritores renomados dos quais eu teria muito orgulho de mencioná-los aqui, mas confesso: a lista é grande.

Mas, quando crianças, vislumbramos um mundo de fantasias e sonhos que nunca imaginamos que, ao passar dos anos, ele nos revelaria uma realidade; a realidade da sobrevivência, da diferença e da desigualdade social.

Faço minhas as palavras de Jean Jaques Russeau:

“O homem nasce livre, mas se encontra a ferros por toda a parte”.

Diante dessa afirmativa, ingresso nesta Academia de cultura com muito orgulho e com o propósito de tornar-me livre de pré-conceitos e das amarras que se encontram os homens, pensando no futuro e no desejo contínuo de oferecer algum bem para as gerações vindouras. Na contemplação de objetivos diversos visando legar o cultivo da língua e da literatura nacionais, estimulando as manifestações das artes e das ciências.

De todos os convites que recebi muito me honrou a disposição e o carinho que dedicaram à minha pessoa, por meio da família ALTO. Talvez seja o melhor e o mais imerecido convite recebido por uma família da educação, da cultura e da arte mineira. Deduzo que esta minha presença na Academia de Letras de Teófilo Otoni se deve pela bondade e amizade daqueles que conheceram um pouquinho de meu trabalho, enquanto divulgadora cultural, embaixadora da paz e defensora assídua dos direitos humanos.

O meu muito obrigado pela confiança e hospitalidade com que me recebem nesta casa de cultura.



5 comentários:

Zélia Gadelha disse...

Concerteza convite mais que merecedor... A Academia Mineira de Letras está mais rica culturalmente. Parabéns!!!!

SolJanuzi disse...

Parabens Lu. Sinto-me orgulhosa de ter feito parte de sua infância e quase junventude. Um abraço por mais esta conquista.

Anônimo disse...

Parabéns Luciana, voce merece. é uma grande escritora. Felicidades e muito sucesso em 2011]Com Carinho,
Julio Ribeiro Cortez

Anônimo disse...

Parabéns meu amor! É um imenso louvor o seu ingresso para a Academia de Letras de Teófilo Otoni. Fico extremamente feliz em acompanhar o reconhecimento e engrandecimento de suas qualidades como escritora, poetisa e divulgadora da arte e cultura brasileira. Sua inexaurível criatividade e facilidade de "jogar" com as palavras compôem sua forma única de escrever. Parabéns! Você merece! Beijo carinhoso. Lê.

Fanzine Episódio Cultural disse...

O Fanzine Episódio Cultural é uma jornal bimestral (Machado-MG/Brasil) sem fins lucrativos distribuído gratuitamente em várias instituições culturais, entre elas: Casa das Rosas (SP/SP), Inst. Moreira Salles (Poços de Caldas-MG) e Cia Bella de Artes (Poços de Caldas-MG). De acordo com o editor e poeta mineiro Carlos Roberto de Souza (Agamenon Troyan), “o objetivo é enfocar assuntos relacionados à cultura, e oferecer um espaço gratuito para que escritores, poetas, atores, dramaturgos, artistas plásticos, músicos, jornalistas... possam divulgar suas expressões artísticas”.